9 de mai de 2011

Um blog porque...

Boa parte das pessoas tem noção de que o yoga não se resume em fazer posturas, exercícios respiratórios e ou relaxamento. Que tem um algo a mais aí, quase sempre não muito claro. Os alunos muitas vezes procuram esse algo a mais de maneira indireta, sem saber exatamente o que estão buscando.

Há mais ou menos uns três anos começou a surgir, depois da aula, uma conversa espontânea sobre yoga, a prática e afins. Alguns alunos faziam algumas perguntas ou comentários, e a conversa fluía num papo gostoso. Ia surgindo assim, o algo a mais que alguns alunos vinham buscar. Depois de um tempo, combinei que no final da aula de quinta-feira eu falaria mais especificamente sobre um tema do yoga. Falei sobre os 10 princípios éticos e parei poraí. Poderia ter continuado, mas acho que assim se perdeu um pouco do gostoso e espontâneo que vinha acontecendo nas conversas informais.

Os papos livres continuaram e recentemente tive a idéia de mandar e-mails para os alunos com conteúdos sobre yoga ou relacionados. Mas, no terceiro e-mail me ocorreu de registrar e deixar esse material junto, disponível num blog. Fui inspirado também por acompanhar o blog de meu professor, o "Blog do Yogue". A idéia é extender a prática da sala de aula, é ter um espaço para a vasta filosofia do yoga.

O nome "OlhardoYoga" tem pra mim vários significados. Sempre me tocou muito as imagens do Buda em meditação, principalmente seu olhar. Olhos serenos, profundos, sutis, nem aberto nem fechados. Que prazer achar e usar essa imagem no blog! Olhar também é olhar para alguma coisa, dar foco, ficar de frente, se dedicar à algo. Essa é a intenção do blog. O yoga é conhecido na Índia como um dos seis darshanas do hinduísmo, o que significa que ele é uma das seis visões ou formas que o hinduísmo possui de entender a vida humana e Deus. Yoga é um jeito de olhar o ser humano, a vida e o universo. E, além de gostar do som da pronúncia, associo olhar com alma e com tocar, coisas que se aproximam do yoga.
Que esse espaço seja fértil! Namastê!

Nenhum comentário:

Postar um comentário