22 de mai de 2011

Mas então... o que vem a ser yoga?

Proponho que, antes de continuar a ler, você experimente definir yoga. O que é yoga para você? Como praticante você têm sua experiência, tente então a partir dela, formular uma ou mais respostas. A experiência própria é algo fundamental no yoga, é o alicerce para a prática evoluir.

Tempo para você............ e espero que o resto do texto seja um complemento para sua resposta, que ajude a dar sentido para o que fazemos nas aulas.

Yoga é um termo sânscrito que significa basicamente disciplina espiritual e pode ser traduzido por união ou junção. Yoga é algo que une, que faz intermediação, que aproxima. Aproxima e une coisas que estão separadas. Mas une o que? Do que nos aproximamos quando praticamos?

A aproximação e a união podem acontecer num nível pessoal ou num nível transpessoal. No aspecto pessoal a união é do corpo com a mente, e, indo um pouco mais além, do corpo/mente com o espírito. Na dimensão transpessoal, aquilo que vai além da pessoa, a união é do espírito pessoal com o universal, da parte com o Todo, sendo este o objetivo maior do yoga.

Yoga é um nome genérico para vários e diferentes métodos de se atingir a união. Todos eles buscam o mesmo fim, a experiência de estar integrado, de estar inteiro, de estar em relação direta e íntima consigo mesmo e com a vida. Todos nós, praticantes ou não, já tivemos essa experiência alguma vez, talvez não tenhamos lhe dado valor e ela então passou desapercebida. A prática é uma forma de alimentar essa experiência, de desabrochá-la e intensificá-la. Essa consciência de integração também recebe o nome de yoga, ou seja, yoga é o caminho e o fim, a prática e o resultado desejado.


Namastê e boas práticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário